Salsa (Petroselinum crispum)

1051
salsa-salsinha

A planta medicinal Salsa de nome cientifico (Petroselinum crispum) usa-se para aliviar inflamações do figado e do baço. É hemostática. A salsa triturada detém o fluxo de sangue pelo nariz e de feridas; é depurativa; combate infecções urinárias; controla o excesso de açucar nos diabéticos, tomando sumo cru três vezes por dia.

Em infusão (30 gr de sementes de salsa numa chávena de água a ferver), tomada três vezes por dia, é útil em casos de retenção de urina e climatério na mulher. A infusão combate gases, flatulência e acidez do estômago, alivia a dor damenstruação. Em cataplasma melhora feridas, abcessos e contusões.

salsa-salsinhaUma mistura de salsa, azeite e sal introduzida no dente acalma a dor produzida pela carie. Uma folha de salsa fresca e picada na zona dorida alivia as picadas de insectos. As folhas usam-se também como condimento. Os talos da salsa ajudam a emagrecer pois são diuréticos. Ler: Chá de Salsa para Emagrecer.

Em infusão aliviam as cólicas de bexiga e, em emplastros, curam contusões. É diurética e benéfica para os rins. Para regular a menstruação, extrai-se das sementes de salsa uma substância chamada apiol que, por ser perigosa, está reservada a usos farmacológicos. Elimina o mau hálito. Não se recomenda a mulheres que estão a amamentar, pois (seca o leite).

Contém tanta vitamina A e vitamina C que tem sido reconhecida como anticancerígena; também contém ferro e manganésio. Em cataplasma (triturar vários raminhos de salsa), colocado sobre a pele, cura equimoses. Não se deve consumir sementes durante a gravidez (é abortiva).

SEM COMENTÁRIOS