Pau-ferro (Caesalpinia ferrea)

400

Nome Científico: Caesalpinia ferrea
Família: Fabaceae (Leguminosae)
Características Morfológicas: Árvore de grande porte (chega a medir ente 20 e 30 metros de altura). Possui tronco liso e descamante, que gira em torno de 50 a 80 centímetros de diâmetro.
Origem: Brasil.
Ocorrência Natural: Do Piauí até São Paulo, na floresta pluvial da encosta atlântica.

Conhecida por ser uma espécie muito comum em praças, parques e ruas do País, a árvore pau-ferro é facilmente identificada na descrição de suas características físicas.

Para começar, o tronco é inconfundível, liso e cinzento, e que quando descasca torna-se todo malhado. Soma-se a isso, possui flores amarelas (floração que acontece de outubro a maio) e vagens duras e marrom-escuras.

Ecologicamente falando, a pau-ferro tem importância além de sua sombra e beleza. É uma árvore melífera, indicada no reflorestamento e recuperação de áreas degradadas, e também  usada como remédio na medicina popular (contra a anemia, contusões, diabetes e infecções pulmonares).

Tem crescimento rápido no campo (cerca de quatro metros em dois anos).

O pau-ferro é nativo da Mata Atlântica, presente do Sudeste ao Nordeste do Brasil, nas florestas pluviais de encosta Atlântica. A árvore de pau-ferro possui este nome em razão da madeira muito dura e resistente que produz. Uma das características marcantes da árvore pau-ferro é a casca fina do tronco da árvore que constantemente se esfolia, revelando a madeira nova por baixo, predominantemente de cor branca, misturada com tons de verde e marrom. Devido a esta característica, o pau-ferro é também chamado de árvore-leopardo, sendo constantemente confundida com espécies de eucalipto.

O gênero Caesalpinia possui mais de 70 espécies, distribuídas nos trópicos e subtrópicos. As folhas são alternadas, com folíolos de 4 a 8 pares e flores em racemos ou panículas. Um espécime de pau-ferro adulto pode atingir até 30 metros de altura.

SEM COMENTÁRIOS