Hortas Urbanas

1203

Na cidade de São Paulo, já tem gente que transforma o espaço cinza improdutivo em verde orgânico. Confira na reportagem.

Hortas urbanas são pequenos lotes de terreno (excluindo os quintais contíguos às habitações) alugado a particulares para a produção de legumes, frutos ou flores, em áreas urbanas ou periurbanas. Nas hortas urbanas, também, por vezes, designadas hortas familiares ou hortas comunitárias, pratica-se uma forma de agricultura urbana.

As hortas urbanas podem ser classificadas em categorias distintas em função do uso que lhes é dado:

  • hortas sociais – usadas para atender às necessidades alimentares de pessoas e/ou famílias de poucos recursos, podendo a eventual venda de produtos constituir um complemento de rendimento;
  • hortas de recreio – usadas principalmente como fonte alternativa de alimentos e para recreio dos usuários;
  • hortas de recreio coletivas – usadas por grupos de moradores para o recreio e a educação ambiental;
  • hortas pedagógicas – usadas como instrumento de educação ambiental.

Muitas vezes, as hortas urbanas assumem um caráter precário, representando um processo espontâneo de parcelamento e aproveitamento agrícola de terrenos baldios, a maioria das vezes em vias de urbanização.

FONTE: TV Cultura

SEM COMENTÁRIOS